É chegado o momento da alfabetização.

Ao ingressar no Ensino Fundamental os pais e as crianças escutam da escola que é chegado o momento de se alfabetizar.

Mas o que é alfabetização? Com que idade ocorre? Como isto acontece?

A alfabetização permeia pelo aprendizado do alfabeto e de sua utilização como símbolo de e para comunicação. Em outras palavras, pode se pensar que a alfabetização é um processo no qual o sujeito aprende da gramática e suas variações, desenvolvendo sua capacidade de ler, compreender, interpretar, escrever textos, reconhecer  e quantificar  números. Para a alfabetização ter significado ao aprendente, se faz necessário que este processo seja apresentado também com valor e importância social.

Para um processo de alfabetização tranquilo, o aprendente precisará ser “preparado” cognitivamente, fisicamente, emocionalmente e socialmente. Esta preparação já se inicia muito antes da alfabetização propriamente dita. Desde o nascimento o ser humano se desenvolve, cresce e é inserido no mundo social. Toda esta trajetória tem influencia significativa para e na aprendizagem.

Uma criança para se alfabetizar precisa ter desenvolvida, principalmente e entre outras, as questões de autonomia e autoria. Questões estas de vestir-se sozinho, tomar banho sozinho, escolhar a roupa, entre outras…Visto que a alfabetização vai proporcionar ao sujeito uma leitura, interpretação e escrita, principalmente pessoal e social.

A alfabetização, ou melhor, a construção do conhecimento da leitura e da escrita tem cunho individual, apesar de auxiliar na interação social, na escola e na família. No processo de alfabetização a criança passa por etapas diferentes de desenvolvimento, apresentando avanços e também recuo dos mesmos. O tempo necessário para o aprendente atravessar e apropriarem-se cada uma das etapas é muito variável e pessoal.

Apesar de a alfabetização ser uma construção muito individual, tem grande influência do meio inserido e das pessoas próximas, educadores e família. Portanto, a tranqüilidade, respeito, estímulo e auxílio destas pessoas e meio favorecerão um momento mais prazeroso de alfabetização.

Por ser um mundo novo que está sendo apresentado a criança, se faz necessário este desenvolvimento psíquico, social, emocional e físico, assim como um ambiente estimulante e prazeroso a alfabetização, com pessoas que se autorizam a compartilhar suas vivências e conhecimentos, estimulando este crescimento ao aprendente.

Respeitar o ritmo e tempo de cada sujeito são importantíssimos para a alfabetização. A comparação do desenvolvimento de uma criança com outra não é construtivo para o desenvolvimento. Assim como é difícil precisar o tempo deste processo. Atualmente, o Ensino Fundamental está preparado três para a concretização, mas não necessariamente se precisará deste tempo ou de mais.

Alfabetização é conhecer e ser inserido em um mundo novo, um mundo letrado, de grande importância para o desenvolvimento acadêmico do sujeito.

Contribuição da psicopedagoga do Espaço Dom Quixote,

Alexsandra Leal