Musicoterapia

Musicoterapia

Na Musicoterapia priorizamos a musicalidade do paciente, e isso também inclui o histórico musical dos pais, da família, da escola em que está inserido. Quais as canções que o paciente ouve na escola; quais as canções ouvidas em casa; quais são os ambientes que o paciente convive onde há a presença da música. Todas essas questões são muito importantes a serem consideradas durante as sessões. 

Na musicoterapia, inicialmente a comunicação acontece quando o terapeuta busca seguir o paciente. E por isso a importância da sensibilidade que o musicoterapeuta deve desenvolver, de perceber o andamento do paciente, qual a tonalidade dos sons que ele está emitindo, a intensidade desses sons, o ritmo, se há pausas, silêncio, quanto tempo dura o silêncio, quanto tempo dura suas atividades na música. Tudo isso fará com que o paciente perceba que o terapeuta está junto dele, o acompanhando, e com isso se configura o vínculo e cabe ao musicoterapeuta através de seu olhar clínico e do seu conhecimento teórico e prático interpretar o paciente e intervir/responder a sonoridade que ele executará.

 

PROFISSIONAL:

Ana Caroline Heller - Musicoterapeuta - AMT-RS 478/2019 

Musicoterapeuta formada em 2018 pela Faculdades EST de São Leopoldo. Atualmente cursando Licenciatura em Música  e especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Experiência com musicalização para crianças e adolescentes com autismo e outras necessidades especiais. Atendimento com musicoterapia voltada para a área de crianças e adolescentes com TEA. Atualmente trabalha com inclusão em  escola privada de São Leopoldo, musicalização na Associação Mantenedora Pandorga e musicoterapia  no Espaço Dom Quixote. 

 

Como você pode entrar em contato conosco

Rua São Caetano, 1041 - Centro
São Leopoldo/RS
Converse no Whats